Poli Saúde Laboratório Policlínica
NOTÍCIA

02/03/2012
Policlínica recebe recursos para qualificação do acesso à rede de saúde

Na sexta-feira, 2 de março, no gabinete do prefeito de Pato Branco, foi assinado convênio para o projeto Qualificação do Acesso às Redes de Atenção na Saúde. O convênio entre governo do Paraná e Prefeitura de Pato Branco prevê o repasse de R$ 310 mil mensais para os hospitais que atendem pelo SUS em Pato Branco, dentro da proposta de humanização e melhoria de porta de entrada dos pacientes do SUS. A Policlínica Pato Branco é um dos hospitais conveniados no projeto, que é o primeiro e único nesse formato no Estado. O convênio não significa atendimento para procedimentos não considerados urgentes. Nesses casos, o PAM (Pronto Atendimento Médico), mantido pela Prefeitura de Pato Branco, continua sendo o destino dos usuários do sistema de saúde. Na solenidade de assinatura do contrato, a Policlínica foi representada pelos diretores Ivanio Guerra, Waldemar Gava e Gilberto Gabaldo.
De acordo com o diretor presidente da Policlínica, Ivanio Guerra, o convênio representará, na prática, a melhoria da assistência dos pacientes. O valor destinado à Policlínica Pato Branco será usado para estruturar a parte de atendimento de urgência e emergência, incluindo o setor de Obstetrícia (que tem início previsto para o começo de abril próximo). Uma comissão de controle e avaliação - formada por integrantes dos hospitais de Pato Branco, da 7ª Regional de Saúde, da secretaria municipal de Saúde de Pato Branco, da Assims (Associação Intermunicipal de Saúde) e do Cresems (Conselho Regional de Secretários Municipais de Saúde) - avaliará mensalmente os indicadores quantitativos e qualitativos que deverão ser enviados pelos hospitais conveniados.
Para o diretor presidente da Policlínica Pato Branco, o convênio para a qualificação do acesso à rede de saúde representa o reconhecimento do trabalho desenvolvido pelos hospitais privados na região. "A Policlínica não é um hospital público nem filantrópico, mas atende mais de 50% dos pacientes pelo SUS. O convênio é uma demonstração de que os governantes enxergaram o trabalho que realizamos. Com esses recursos, a população terá novas possibilidades de acesso", observa Ivanio Guerra.
Outros municípios - O convênio firmado envolve os 15 municípios da microrregião de Pato Branco e sete do Oeste catarinense. Os 22 municípios dividirão a contrapartida mensal de R$ 120 mil, complementar ao valor do repasse do governo do Estado (R$ 190 mil), totalizando R$ 310 mil/mês.
Os municípios sudoestinos que participam do convênio são: Pato Branco, Vitorino, Coronel Vivida, Itapejara D'Oeste, Palmas, Clevelândia, Mangueirinha, Bom Sucesso do Sul, Mariópolis, São João, Chopinzinho, Honório Serpa, Saudade do Iguaçu, Coronel Domingos Soares e Sulina. Do Oeste de Santa Catarina: São Lourenço do Oeste, Campo Erê, Galvão, Novo Horizonte, Jupiá, Coronel Martins e São Bernardino.