Poli Saúde Laboratório Policlínica
NOTÍCIA

03/06/2011
Música erudita para os pacientes da Policlínica Pato Branco

Orquestração - apresentação na Brinquedoteca

Desde o início de abril, os pacientes internados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) na Policlínica Pato Branco estão desfrutando de uma boa novidade. Dois músicos que integram o projeto Orquestração, mantido pela Prefeitura de Pato Branco, através da Secretaria de Ação Social e Cidadania, percorrem os quartos dos postos 4 e 6 executando obras clássicas e eruditas para os acamados, seus acompanhantes e profissionais de saúde. A Orquestração na Policlínica é resultado da parceria entre o hospital e a municipalidade e ocorre a cada 15 dias (nas quartas-feiras), das 16h às 17h, com apresentações na Brinquedoteca "O Fantástico Mundo de Poli" também.
Renan Soter e Fabiano Rodrigo Batista, respectivamente instrutores de violino e violoncelo do projeto Orquestração, são os músicos responsáveis por levar alegria e momentos de descontração aos pacientes do SUS. Antes de a iniciativa acontecer, eles receberam instruções de como agir no hospital. A enfermeira Marzi Molinete, chefe do Serviço de Controle e Infecção Hospitalar (SCIH), orientou sobre os cuidados com higiene e as coordenadoras dos projetos sociais da Policlínica, a terapeuta ocupacional Karina Amadori e a assistente social Ludiana Campos Kempfer, informaram sobre os procedimentos para as visitas nos leitos, as rotinas hospitalares e questões éticas. "Nossos objetivos são divulgar a música de qualidade e também dar ênfase aos nossos projetos e seus aspectos socializadores", conta Ludiana Kempfer.
Para a secretária de Ação Social e Cidadania, Neuza Amadori Viganó, a música pode ser uma forma de elevar a autoestima das pessoas que se encontram em tratamento. "É muito bom poder levar música aos pacientes e, com isso, ajudar numa fase delicada que é o momento da doença", destaca. A primeira apresentação do Orquestração na Policlínica, no dia 6 de abril, teve músicas barrocas, com obras de Johann Sebastian Bach.