Poli Saúde Laboratório Policlínica
NOTÍCIA

04/11/2010
Policlínica conta com mais um cirurgião pediátrico

A região Sudoeste ganhou mais um profissional especializado em cirurgias pediátricas. O médico André Ribeiro Morrone é o mais novo integrante da Policlínica Pato Branco para atender à demanda crescente por cirurgias em bebês, crianças e adolescentes. Até então, apenas o médico pediatra Antonio Motizuki realizava o procedimento. Em pouco mais de 45 dias de Pato Branco, Morrone já operou 20 crianças em estado grave, de vários municípios vizinhos. O profissional está atendendo pelo SUS, em casos de urgência e, a partir deste mês, atuará no Centro Regional de Especialidades (CRE).
O cirurgião André Morrone trocou São Paulo por Pato Branco com o aval de Motizuki, que era o único cirurgião pediátrico da Policlínica. De acordo com Motizuki, a demanda por cirurgias pediátricas está crescendo bastante e o novo cirurgião, que é irmão do médico cardiologista Luiz Fernando Ribeiro Morrone, é bem-vindo. ?É uma satisfação tê-lo conosco. Tem uma boa formação, com pós-graduação pela USP e já com experiência. Ele vem para a Policlínica para somar e podermos fazer mais e também algumas coisas diferentes?, detalha Antonio Motizuki.
O cirurgião André Morrone é formado em Medicina pela Universidade de São Paulo (USP), com pós-graduação no Hospital das Clínicas e no Instituto da Criança, ambos da USP. Trocou a capital paulista por Pato Branco e afirma estar muito satisfeito com a mudança. O médico conta que já conhecia Pato Branco desde 1996, quando seu irmão veio pra o município. A possibilidade de residir em uma cidade mais tranquila, com melhor qualidade de vida, foi um dos motivos. O outro, também determinante, foi a Policlínica Pato Branco. ?A estrutura da Policlínica permite que eu faça tudo aquilo que eu fazia em São Paulo. Em determinadas situações, há até mais agilidade do que em São Paulo. Temos tudo que é necessário, com Centro Cirúrgico, UTI Neonatal e Pediátrica e materiais adequados para tratar desde bebês prematuros, até adolescentes, com todo o suporte intensivo?, relata André Morrone.
O novo médico terá como campo de atuação a cirurgia pediátrica. Formado em 1991, ele fez dois anos de especialização em Cirurgia Geral e mais três anos em Cirurgia Pediátrica, e tem como público-alvo desde recém-nascidos até adolescentes. ?São bebês e crianças que estão criticamente enfermos e que necessitam de cirurgia. Hoje, com a estrutura disponível, a gente consegue cuidar adequadamente dessas crianças e com ótimo índice de sobrevida?, ressalta Morrone.
As patologias mais comuns atendidas pelo cirurgião pediátrico são as hérnias. ?A hérnia umbilical é muito comum de ocorrer. A cirurgia é simples e, com todos os cuidados do pré, inter e pós-operatório, as crianças costumam evoluir muito bem e receber alta no primeiro dia. A hérnia inguinal ocorre por má formação congênita e a cirurgia deve ser feita logo depois que o bebê nasce ou assim que é feito o diagnóstico?, observa. Nos bebês prematuros, além das hérnias, a cirurgia pediátrica é indicada para outros problemas abdominais e torácicos.
André Morrone avalia bem o período inicial na Policlínica Pato Branco. ?Muito positivo e até marcante, por conseguir recuperar várias crianças que não se recuperariam sem a atuação dos profissionais que trabalham no serviço da Policlínica. Não há satisfação maior do que ver as crianças saírem bem daqui?, finaliza Morrone.