Poli Saúde Laboratório Policlínica
NOTÍCIA

06/03/2020
Hospital Policlínica apresenta projeto “Amigo do Idoso” para representantes da OMS

Uma comitiva com integrantes da Organização Mundial da Saúde (OMS) e Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) visitou o Hospital Policlínica, em Pato Branco, na tarde desta sexta-feira (06). Acompanhados da deputada federal Leandre Dal Ponte, eles conheceram o projeto “Hospital Amigo do Idoso 60+”, lançado pela instituição no final do ano passado. A reunião contou com Enrique Vega, chefe da Unidade Curso de Vida Saudável da OMS em Washington (EUA); Haydee Padilla, coordenadora da Unidade Técnica da Família, Gênero e Curso de Vida da Opas/OMS no Brasil; Fernando Castellano Júnior, chefe do Departamento de Políticas para a Pessoa Idosa, da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho; e as secretárias municipais de Ação Social, Anne Cristine Gomes da Silva Cavali, e da Saúde, Márcia Fernandes de Carvalho. Também participaram representantes da Associação dos Consórcios e Associações Intermunicipais de Saúde do Paraná (Acispar), de Rotary Clubs de Pato Branco e da UTFPR.

Na visita, o grupo pode conhecer em detalhes o projeto “Hospital Amigo do Idoso 60+” e o plano de ação para o triênio 2019-22. “Ficamos muito felizes em apresentar o que estamos fazendo para atender ao público da melhor idade e também por poder trocar ideias e informações com os representantes da OMS”, declarou o diretor-presidente do Instituto Policlínica PB – Hospital Policlínica, Waldemar Gava.

A deputada Leandre comentou sobre os indicadores do Hospital Policlínica na região, com média de 42,54% de atendimentos a idosos. “Feliz em poder mostrar à comitiva o nítido avanço no setor de Saúde de Pato Branco. A Policlínica é uma instituição com mais de 50 anos e que assumiu compromisso com a pessoa idosa. Para nós, que lutamos pela Saúde, é uma grande vitória”, observou Leandre.

Enrique Vega, do escritório da OMS em Washington, mostrou satisfação ao falar sobre a resolutividade do hospital. “Atender a 96% dos casos é um resultado incrível. Mostra que a instituição está fazendo a diferença no atendimento.”

Haydee Padilla, representante da OPAS/OMS, disse que as organizações têm trabalhado em parceria com o Ministério da Saúde e, também, com o Ministério da Cidadania, para cooperar com a melhoria do sistema de Saúde no país. “Há novas maneiras de atendimento sem diminuir a qualidade. O Hospital Policlínica é um exemplo de que o Brasil tem capacidade técnica, só precisa de decisões políticas”, apontou.